OFERTAS

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Silas Malafaia é levado sob condução coercitiva pela Polícia Federal; saiba o porquê


O pastor Silas Malafaia, que tem um programa na Band, “Vitória em Cristo”, ligada à Assembleia de Deus, é alvo de condução coercitiva na Operação da Polícia Federal intitulada Timóteo.

A PF deflagrou nesta sexta-feira, 16, ações em 11 estados e no Distrito Federal. A investigação apura um esquema de corrupção em cobranças judiciais de royalties da exploração mineral, e Malafaia é suspeito de apoiar na lavagem do dinheiro do esquesma, que recebeu valores do principal escritório de advocacia investigado.

A suspeita a ser esclarecida pelos policiais é que este líder religioso pode ter “emprestado” contas correntes de uma instituição religiosa sob sua influência com a intenção de ocultar a origem ilícita dos valores.

O diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral, Marco Antonio Valadares Moreira, e a mulher dele foram presos pela PF. Policiais federais envolvidos na ação também cumprem, por determinação da Justiça Federal, 29 conduções coercitivas, 4 mandados de prisão preventiva, 12 mandados de prisão temporária, sequestro de 3 imóveis e bloqueio judicial de valores depositados que podem alcançar R$ 70 milhões.

Segundo a polícia, Sila fazia parte do núcleo colaborador do esquema, que se responsabilizava por auxiliar na ocultação e dissimulação do dinheiro. O nome da operação é referência a uma passagem do livro Timóteo: “9 Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição…”


Nenhum comentário: