OFERTAS

terça-feira, 14 de março de 2017

Justiça eleitoral em contagem regressiva para decidir sobre cassação do prefeito de Ceará-Mirim


A Justiça Eleitoral deve julgar, no próximo mês, o pedido de cassação do prefeito de Ceará-Mirim, Marconi Barreto, e da vice-prefeita, Zélia Santos, ambos do PSDB. O pedido foi feito ainda em novembro do ano passado, pelo Ministério Público Estadual, por suspeita de fraudes nas eleições municipais de 2016.

Segundo o MPE (Ministério Público Eleitoral), houve um acordo entre os candidatos Marconi Barretto e Renato Martins (PR), para derrotar o candidato que liderava as pesquisas de intenção de voto, o advogado Júlio César. Na denúncia, os eleitores de Renato Martins foram orientados a transferirem os votos para Marconi, sem ter renunciado à candidatura junto à Justiça Eleitoral.

No último dia 9 de março, aconteceu a segunda audiência do caso. Ainda esta semana, as partes devem ser intimidas para as alegações finais. O processo do MPE pede além da cassação do prefeito Marconi Barretto e da vice, que sejam investigados os candidatos a prefeito e vice nas últimas eleições, Renato Martins e Renato Coutinho, e o ex-prefeito do município, Antônio Peixoto. A ação pede ainda a suspensão dos direitos políticos dos cinco denunciados, pelo período de oito anos.

Blog do BG

Nenhum comentário: