OFERTAS

segunda-feira, 3 de abril de 2017

RN registra 24 homicídios neste fim de semana, aponta instituição


Somente neste fim de semana, o Rio Grande do Norte contabilizou 24 homicídios. As informações são do Observatório da Violência do RN (Obvio), que registrou ocorrências da noite de sexta-feira, 31 de março, até a noite deste domingo (2). No geral, até esta noite, o estado já conta com 622 Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs), nome técnico para assassinatos.

Os dados gerais de janeiro deste ano até aqui apontam para um aumento de 28,78% em relação a 2016, diz instituição. Os dados absolutos demonstram 139 mortes violentas a mais que no ano passado no mesmo período. Em 2016, até o mesmo período, foram 483 CVLIs, contra 423 em 2015.

Dos CVLIS deste último final de semana, 11 foram em vias públicas (46%);  quatro em hospitais e prontos socorros (17%); dois em terrenos baldios, dois dentro de residências e dois dentro de veículos (8% em cada); além de uma ocorrência em bares e festas; uma em equipamentos públicos; e outra em uma estrada carroçável (4% cada).

Um dos últimos casos registrados neste fim de semana foi o assassinato do motorista de Uber Raimundo Martins, em Natal. Ele foi morto na última noite a facadas após um suposto assalto, no bairro Nazaré, Zona Oeste da capital. O homem chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu, mas não resistiu aos ferimentos.

Região Metropolitana domina estatísticas

Segundo o Obvio, 42% dos homicídios do final de semana  foram registrados no Leste Potiguar (onde fica a Região Metropolitana de Natal), seguido pelo Oeste Potiguar com 9 ocorrências (37%). A região Agreste Potiguar, teve 4 ocorrências (17%) e a região Central Potiguar teve 1 CVLI (4%).
Sábado (1) foi o dia mais violento do período, com 12 ocorrências (57% do total), seguido pelo domingo com oito CVLIs (24% do total). A Sexta-feira teve quatro ocorrências violentas letais (19%).

Quanto aos instrumentos letais utilizados para a execução dos CVLIs, o uso de arma de fogo mantêm a predominância com 92% dos casos (22 do total), Também houveram 02 mortes violentas com uso de arma branca (8% do total).

Nenhum comentário: