OFERTAS

terça-feira, 2 de maio de 2017

ABC segura o Globo FC e conquista o 54º título do Campeonato Potiguar


O ABC superou o Globo FC na tarde/noite desta segunda-feira, data em que se comemora o Dia do Trabalhador, e com um empate sem gols no Estádio Frasqueirão, conquistou o 54º título do Campeonato Potiguar. Com a vantagem obtida no primeiro jogo, quando venceu por 1 a 0 no último sábado, o Mais Querido levantou o troféu e enlouqueceu a torcida do Frasqueira. É o primeiro campeão estadual desta temporada.

O clima entre ABC e Globo FC se mostrou tenso desde o início do jogo. Com muitas faltas e provocações das duas equipes, o árbitro Caio Max teve muito trabalho em campo e "distribuiu" sete cartões amarelos e dois vermelhos para o lateral-direito Ângelo, do Globo FC, e Echeverría, do ABC.

O jogo

Em casa e com o apoio da massa alvinegra, o ABC dominou o primeiro tempo e teve grandes oportunidades para abrir o placar no Estádio Frasqueirão. As tentativas aconteceram com Echeverría, em uma falta que tocou na rede pelo lado de fora, e Felipe Guedes, que entrou sozinho na área e só foi parado pelo goleiro Rafael. Em outra boa jogada, Erivélton fez o cruzamento em busca de Nando, mas Rafael fez outra bela intervenção e tirou a bola da cabeça do centroavante alvinegro. Sem força ofensiva, o Globo FC se segurou como pôde, sob os gritos do técnico Luizinho Lopes. Do outro lado, a experiência de Geninho acalmou os jogadores abecedistas com instruções durante a partida.


Na etapa final, a pressão mudou de lado e o Globo FC voltou mais ligado para o campo. Bismarck mandou um forte chute, em jogada pela esquerda, e obrigou Edson a fazer uma boa defesa. A resposta alvinegra foi com o meia Gegê, que acertou uma pancada em uma cobrança de falta, defendida de soco por Rafael. Com o passar do tempo, os jogadores do Mais Querido começaram a cadenciar o jogo, por jogarem com a vantagem do empate, enquanto o Globo FC apostou na velocidade de Romarinho, que deu muito trabalho à defesa adversária em tentativas pelas laterais. No fim da partida, o lateral-direito Ângelo, da Águia, e o meia Echeverría, do Alvinegro, se desentenderam e acabaram expulsos. Com a confusão, houve uma forte discussão entre os jogadores e o árbitro Caio Max consultou os assistentes para realizar as expulsões. Próximo do fim do jogo, os treinadores fizeram algumas substituições para mudar o resultado, mas a partida acabou empatada e com o título do ABC, o 54º troféu estadual do Mais Querido, o maior vencedor regional do país.



Nenhum comentário: