OFERTAS

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Ceará Mirim está recebendo do Governo Federal através da FUNASA projeto piloto para tratamento de água


Nova tecnologia ofertará água potável para 300 famílias de comunidades rurais

A Prefeitura Municipal de Ceará-Mirim em parceria com o Ministério da Saúde por meio da FUNASA, está implantando no município, uma tecnologia que visa beneficiar o morador do campo, a partir de uma Solução Alternativa Coletiva Simplificada de Tratamento de Água, denominada (Salta-z).

A intenção da Administração Municipal, que está desenvolvendo o projeto, através da Secretaria de Meio Ambiente, é de promover a saúde dos moradores, ofertando água de boa qualidade para o consumo humano.  Inicialmente a secretaria desenvolveu uma pesquisa de abordagens, buscando descrever situações de saúde e doenças nas comunidades de Lagoa da Porta, Lagoa Grande e União, que serão beneficiadas com a iniciativa.  

De acordo com a secretária da pasta, Dra. Rosemeire Dantas, a administração do prefeito Marconi Barretto viabilizou um estudo para identificar os distritos onde a água consumida oferece riscos à saúde da população.  Ela ainda informou que diagnóstico está sendo realizado pela própria secretaria, que buscou parceria junto à FUNASA e fará o acompanhamento e a operação do sistema nas comunidades, onde residem as primeiras 300 famílias a serem contempladas. “A questão ambiental também é uma prioridade da atual gestão municipal, que nos instiga a trabalhar com foco na solução de problemas, de modo a viabilizar melhorar a qualidade de vida do cidadão cearamirinense”, ressalta Dra. Rosemeire.

Na prática, o projeto do Governo Federal, com contrapartida do município, utilizará um tipo de filtro desenvolvido pelos técnicos do Serviço de Saúde Ambiental, como solução para atender uma das maiores reivindicações das comunidades que é o provimento de água potável de qualidade.

Em Ceará-Mirim a FUNASA já deu início ao plano de ação que prioriza a melhoria sanitária, observando como critério: a proximidade das comunidades rurais de um manancial perene que possa ter água tratada para beneficiar as mesmas. O diagnóstico prévio da situação dos distritos foi apresentado durante uma reunião realizada com as técnicas da FUNASA, Anadelia Lima, responsável pela Seção de Educação em Saúde Ambiental e Gilza Vidal, que responde pelo Serviço de Saúde Ambiental, além de representantes das três comunidades rurais onde o projeto será executado.  “Nós fomos procuradas pela secretária Rosemeire, que nos apresentou a proposta e identificamos que o município de Ceará-Mirim, responde aos critérios exigidos para a instalação do (Salta-z), que servirá de referência para outros municípios e estados”, afirmou Gilza Vidal.

Ainda segundo a secretaria, após a mobilização social que está sendo realizada junto aos moradores para informar sobre os benefícios, bem como, a necessidade de mudanças de hábito para o manuseio certo da água, o sistema deve ser entregue a população em breve, considerando a importância do aspecto social para a vida dos moradores das referidas comunidades. “Está é sem dúvida, uma grande conquista, se observadas as condições atuais da água consumida pelas pessoas desses distritos, mas principalmente porque daremos a condição dessas pessoas receberem água potável mais próximo de suas casas”, conclui.

Prefeitura de Ceará-Mirim
Diretoria de Comunicação – 3274-2017
Jhancy Richelm 

Nenhum comentário: