OFERTAS

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Michel Temer fica irritado com a Globo e questiona concessões das emissoras de TV


Irritado com o tom do noticiário da Globo, o presidente da República Michel Temer chegou a questionar sobre as concessões das emissoras de TV.

Durante conversas reservadas no último fim de semana, segundo informações do jornalista Fernando Rodrigues, Temer falou algo assim (não com essas palavras, mas com este sentido): “Quando o Brasil faz a concessão de um aeroporto, arrecada dinheiro. Quando vencem as concessões dos serviços de água, luz, esgoto, também se cobra pela renovação. Ganha quem oferece mais. Por que no caso das emissoras de rádio e TV essas renovações são de graça?”.

Ainda de acordo com a publicação, Temer oscila entre falar mal da Globo e, em seguida, recuar. Ainda no fim de semana, num momento em que o tema era a abordagem que a emissora faz do escândalo, chegou a dizer: “Poderíamos fazer muita coisa. Mas aqui não é uma Venezuela nem uma Argentina. Vivemos numa democracia e não vamos mexer em concessões”.

Tudo começou na quarta-feira (17), quando o jornal O Globo deu início ao escândalo da JBS com a publicação de reportagem que revelava o conteúdo de áudio entregue por Joesley Batista à Justiça, onde Temer teria autorizado um emissário a comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha na prisão.

Em entrevista à Folha de SP no início desta semana, o presidente demonstrou descontentamento com a cobertura realizada pela Globo. “Com aquele bombardeio, né? Há uma emissora de televisão [TV Globo] que fica o dia inteiro bombardeando”, disse.

Nenhum comentário: