OFERTAS

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Liberação de PIS/Pasep deve injetar recursos no comércio, diz secretário do MDIC

A liberação de recursos do PIS/Pasep para idosos deve representar uma injeção relevante de recursos no comércio, na avaliação do secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcelo Maia. Durante o Latam Retail Show, evento que reúne varejistas em São Paulo, o secretário afirmou que o governo avançou em agendas de interesse dos comerciantes este ano.

O governo anunciou na última quarta-feira (23), a liberação de R$ 15,9 bilhões em recursos do PIS/Pasep para homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62 anos. São recursos que foram depositados em nome dessas pessoas pelos seus empregadores, num programa que durou até 1988. Até agora, os recursos só podiam ser sacados quando o cotista completava 70 anos.

Maia comparou a liberação desses recursos ao efeito que já ocorreu após o saque de contas inativas do FGTS. Varejistas reportaram que esses recursos ajudaram no crescimento de vendas no segundo trimestre, sobretudo em segmentos de eletroeletrônicos, além de terem permitido a quitação de dívidas, com abertura de oportunidade para maior concessão de crédito nos próximos trimestres.

O secretário do MDIC mencionou ainda a aprovação da reforma trabalhista no Congresso como um “divisor de águas” para o varejo. Ele destacou sobretudo as novas regras sobre trabalho intermitente. “Houve um protagonismo inédito do setor de comércio e serviços na elaboração da reforma”, comentou Maia.

O trabalho em regimes de horário diferenciados era uma demanda antiga do varejo. O setor acredita que é possível otimizar custos com horários de trabalho mais flexíveis e que permitam, por exemplo, aumentar o número de vendedores em horários de maior fluxo de clientes nas lojas e reduzir durante momentos de pouca visitação.



Nenhum comentário: