OFERTAS

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Alunos da Escola Adelle de Oliveira representam Ceará-Mirim em Movimento Científico no Maranhão

CEARA MIRIM

Três alunos, estudantes do 9º ano da Escola Municipal Adelle de Oliveira, município de Ceará-Mirim/RN, tiveram o projeto indicado para o VIII Movimento Científico Norte Nordeste – MOCINN 2017, que acontece no período de 26 a 30 de setembro, na cidade de Imperatriz/MA.

Jordana Sara Silva dos Santos, Thalita Conceição de França Ferreira e Eduardo Murilo Pinto Taborda, todos com 14 anos, acompanhados dos professores, o orientador Laecio Luiz de Oliveira e a coorientadora Rosângela Maria de Moura Silva, embarcaram na tarde desta segunda-feira (25), no Aeroporto Aluízio Alves, com destino ao Maranhão, onde apresentam o projeto intitulado “Memórias Adelle de Oliveira: Resgatando Vida e Obra da Autora.  O mesmo foi aprovado como finalista, avaliado e credenciado a participar do evento, competindo com outros 70 trabalhos selecionados de instituições de todas as regiões do Brasil e de outros países

“A ideia de pesquisar sobre Adelle de Oliveira, surgiu durante as aulas de história, que despertaram um interesse maior dos estudantes, em saber mais sobre a vida da patrona da escola, considerada a maior poetisa de Ceará-Mirim”, disse o professor da disciplina, Laecio Luiz, ao falar com orgulho dos três alunos. “Eles foram muito empenhados e comprometidos durante todo o processo de construção do projeto e foi essa dedicação que resultou na indicação para o MOCINN”, ressalta.

O ambiente escolar foi o primeiro cenário inserido na metodologia pensada para contextualizar a pesquisa, buscando o maior número possível de informações, colhidas na Biblioteca Pública Dr. José Pacheco Dantas e através de depoimentos de pessoas que conviveram com Adelle, ou sabiam de algo ao seu respeito, como o historiador Franklin Marinho e pesquisador Gibson Machado.

Antes de embarcar a coorientadora Rosângela Moura, resumiu a importância do apoio do prefeito Marconi Barretto, por oportunizar a participação dos estudantes no Movimento Científico que se caracteriza como um momento muito especial para os estudantes que estão se destacando mesmo sendo de uma escola pública.

“Orgulho para a nossa cidade termos esses jovens iniciando no Movimento Científico, um evento tão importante! Esse é o primeiro de muitos que virão, não apenas com eles, mas com outros que percebem que a educação pública não é especulação: ela acontece é no chão das escolas. Estou feliz por participar de um cenário de gestão que incentiva, apoia e valoriza essas ações. Parabéns aos pais e professores incentivadores. Isso sim é construção do conhecimento”, enfatiza a secretária municipal de Educação Básica, Cleoneide Maciel.

Nenhum comentário: