OFERTAS

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Gestão Marconi Barretto planeja implantar Unidade de reuso de água em Ceará-Mirim


Projeto de sustentabilidade pensado para o município é piloto no Rio Grande do Norte

O prefeito de Ceará-Mirim, Marconi Barretto, recebeu em seu gabinete, sede da Prefeitura Municipal, técnicos da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN – EMPARN.

A equipe conduzida pelo diretor de pesquisa e Desenvolvimento do órgão, Dr. José Simplício, retornou ao município, após estudo provocado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para apresentar o resumo de um orçamento feito visando a implantação e condução de uma Unidade de Reuso de Água de Esgoto, com custo e estimativa de receita, principalmente em razão da preocupação com a poluição do Rio Ceará-Mirim.

O projeto é inovador e piloto no Estado do Rio Grande do Norte, e possibilitará que o município de Ceará-Mirim, localizado na Região Metropolitana do Estado, desponte na área de sustentabilidade, favorecendo o meio ambiente com a limpeza do rio e o reaproveitamento do esgoto 'material excedente', na cadeia produtiva de alimentos, dentre outros benefícios.

“O reuso de água vem crescendo no país e em Ceará-Mirim nós identificamos uma demanda de disponibilidade hídrica muito satisfatória, um efluente de esgoto urbano que sendo tratado tem condição de ser utilizado seguramente para produção agropecuária, com garantia de sustentabilidade.  A nossa proposta envolve criação de animais ovinos, cultivo de milho, feijão verde, jerimum e melancia, utilizando de 10 a 20% da água que se dispõe”, afirma o diretor de pesquisa da Emparn, José Simplício.

“Proporcionar ao cearamirinense sustentabilidade social, econômica e ambiental, esse é o pensamento de uma gestão responsável e comprometida com as causas públicas, que pensa grande em prol da coletividade. Temos a pretensão de investir nesse projeto inovador que agrega fatores importantes, com a certeza de obtermos ótimos resultados”, considera o prefeito Marconi Barretto. 

A explanação da análise foi acompanhada pela titular da pasta de meio ambiente, Dra. Rosemeire Dantas e pelo diretor geral do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE, João Augusto, que em seguida acompanharam os técnicos da Emparn, em uma visita a estação de tratamento, localizada na localidade de Lagoa Grande, zona rural do município.

“Essa iniciativa da gestão do prefeito Marconi Barretto é de extrema importância, porque em parceria com a Emparn, nós despoluiremos o rio, faremos seu monitoramento para melhorar a qualidade da água e recuperação de mata ciliar, trazendo um ganho enorme para o meio ambiente, assim como para o incremento da produção agrícola, que poderá utilizar nutrientes como: fósforo, potássio e nitrogênio, pertencentes aos efluentes do esgoto tratado”, explica a secretária Rosemeire Dantas, colocando ainda que além das muitas vantagens, ainda é de interesse da Administração Municipal investir na assistência técnica e capacitação do agricultor.

O diretor geral do SAAE, João Augusto informou que em razão do tratamento do esgoto sanitário ainda ser precário, a poluição torna-se o grande vilão do rio, por isso, o SAAE já está trabalhando para colocar a terceira lagoa de tratamento em funcionamento, evitando assim que o efluente de esgoto seja lançado no mesmo sem as condições ideias, impedindo danos maiores ao meio ambiente.  “O projeto se somará ao esforço da autarquia, buscando melhorar a qualidade da água, que será reutilizada na irrigação de algumas culturas, de modo que o município só tem a ganhar”, frisa.
Com a devida apresentação do projeto concluída, a Prefeitura de Ceará-Mirim, entra em fase de análise para a sua implementação em tempo breve.

Diretora de Comunicação Social
Jhancy Richelm
PREFEITURA MUNICIPAL DE CEARÁ-MIRIM

Nenhum comentário: