terça-feira, 8 de maio de 2018

Câmara analisa Projeto que cria o Programa Móvel e Itinerante de coleta de sangue


CEARÁ-MIRIM
ATIVIDADE PARLAMENTAR
CÂMARA MUNICIPAL DE CEARÁ-MIRIM ANALISA PROJETO QUE CRIA O PROGRAMA MÓVEL E ITINERANTE DE COLETA DE SANGUE

A Câmara Municipal de Ceará-Mirim analisa projeto que cria o “Programa Móvel e Itinerante de Coleta de Sangue”.

A proposta, do vereador Carlos Ramalho-PSD estabelece que, fica o Poder Executivo Municipal autorizado a criar o programa supramencionado, com cadastramento de doadores de órgãos, tecidos e medula com a finalidade de atender e suprir as necessidades dos pacientes atendidos pelos serviços de saúde pública do município.

De acordo com a proposta, o município poderá celebrar convênios com órgãos públicos e privados para implementar e aperfeiçoar o programa.

Ainda de acordo com a proposta, a coleta de sangue deverá ocorrer prioritariamente nos bairros da periferia da cidade e nas comunidades rurais com prévia divulgação de calendário de visitas.

Em sua justificativa, o vereador Carlos Ramalho, disse que a iniciativa vem suprir uma necessidade imperiosa em termos de saúde pública.

“Assim, uma vez implementada a coleta itinerante, o doador poderá fazer sua doação sem sair de sua residência, sendo cadastrado em banco de dados para doações periódicas posteriores”, explica o edil.

Carlos Ramalho diz ainda que, uma vez implantado o programa o município passará a ter uma hemorrede pública capaz de atender à sua população sem maiores atropelos, sobretudo nas urgências médicas.

O Projeto de Lei nº 10/2018 está tramitando na Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

Jorge Moreira
Câmara Municipal de Ceará-Mirim
Assessoria de Comunicação Social

Nenhum comentário: