domingo, 20 de maio de 2018

Câmara de Ceará-Mirim cobra reformulação do Plano Diretor


CEARÁ-MIRIM
POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO
CÂMARA DE VEREADORES DE CEARÁ-MIRIM COBRA DA ATUAL GESTÃO MUNICIPAL A REFORMULAÇÃO COM URGÊNCIA DO PLANO DIRETOR

Revisado ainda no primeiro ano da primeira gestão da então prefeita Edinólia Melo, em 2001, o Plano Diretor de Ceará-Mirim, precisa urgentemente passar por uma nova atualização.

Para obter mais informações sobre como anda o processo de discussão a respeito do assunto, a Câmara Municipal de Ceará-Mirim aprovou Indicação Coletiva de autoria dos 15 parlamentares, durante a sessão ordinária da Casa na última quinta-feira 17/05, que cobra da Prefeitura a reformulação com urgência do Plano Diretor do Município.

No documento, encaminhado ao Prefeito Marconi Barreto-PHS, os edis explicam que a reformulação do Plano Diretor tem o objetivo de orientar as ações do Poder Público, visando compatibilizar os interesses coletivos e garantir de forma mais justa os benefícios da urbanização, os princípios da reforma urbana, direito à cidadania e uma gestão democrática.

Em suas justificativas, os parlamentares dizem que a reforma do Plano Diretor deve ser feita com a máxima urgência, tendo em vista, a existência de vários pontos irregulares no município.

Para o presidente do Legislativo Municipal, vereador Ronaldo Venâncio-PV, o Plano Diretor é um instrumento básico para conduzir a política de desenvolvimento e ordenamento da expansão urbana, tendo como objetivo central assegurar melhores condições de vida à população.

“Em pouco mais de dez anos, muita coisa mudou e avançou em Ceará-Mirim. Cresceram o número de habitações populares, de novos pequenos condomínios, de áreas de lazer, de unidades de saúde. Por isso, é essencial a atualização do Plano Diretor”, comenta Ronaldo.

Já a vereadora Ângela Aquino explicou que, na prática, o Plano Diretor assegura a função social da propriedade, isto é, permite a ocupação planejada da área territorial do município.

Além disso, a medida estimula a criação de empregos e melhoria da renda, a expansão de redes de infraestrutura urbana, possibilitando melhores condições habitacionais à população de baixa renda por meio da regularização fundiária e urbanística”, frisa Ângela Aquino.

Jorge Moreira
Câmara Municipal de Ceará-Mirim
Assessoria de Comunicação Social

Nenhum comentário: