terça-feira, 15 de maio de 2018

Vereador Luciano Morais relatou em sessão ordinária sobre o alerta da problemática do Aterro Sanitário


Em recente sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Vereadores de Ceará-Mirim, o parlamentar e líder do governo relatou em seu discurso sobre a problemática que está ocorrendo com relação ao Aterro Sanitário localizado no distrito de Massaranduba, sendo em seu discurso relatado o seguinte texto que circulou nas redes sociais:

“ALERTA : Ceará-Mirim   está submetido a um perigo invisível. Os gases emitidos pelo LIXÃO DE MASSARANDUBA estão colocando a SAÚDE dos cearamirinenses em sério risco. Esses gases fedorentos que sentimos é composto de gás METANO, além de outros gases que contém metais pesados na composição. Em princípio, o fedor pode provocar náuseas, vômitos, tonturas, vertigens, atingindo portanto o SISTEMA NERVOSO CENTRAL.

Porém, estudos apontam que, em longo prazo, a inalação constante e prolongada, pode até a causar CÂNCER!  Sem falar no imenso prejuízo à camada de OZÔNIO, colaborando para aumentar o EFEITO ESTUFA. Esses gases poderiam e deveriam ser aproveitados economicamente, gerando riqueza, ou serem queimados, para evitar a  GRAVE POLUIÇÃO AMBIENTAL”. 

O parlamentar enfatizou a responsabilidade deste descaso a empresa COENCO por ter levado rios de dinheiro e não só de Ceara-Mirim e sim de toda região metropolitana, disse o vereador em seu discurso que ainda reiterou que nada está sendo feito.

Ainda em seu discurso relatou sobre os funcionários da antiga SUCAM que faleceram ou estão com problemas de saúde ocasionados através de produtos tóxicos.

Observando a importância do colegiado, o edil solicitou a todos os vereadores uma audiência pública para resolver esta problemática que levaria a temática principalmente da saúde pública e agregar estes gases poluentes a uma economia para o município.

Assessoria de Comunicação Social
Câmara Municipal de Ceará-Mirim
Joabe Tales

Nenhum comentário: