quarta-feira, 20 de junho de 2018

Câmara de Ceará-Mirim solicita esclarecimentos a BRASECO sobre o aterro sanitário


CEARÁ-MIRIM
DESTINO ADEQUADO DO LIXO
CÂMARA MUNICIPAL DE CEARÁ-MIRIM SOLICITA ESCLARECIMENTOS DA BRASECO

Diante das constantes denúncias recebidas relacionadas ao Aterro Sanitário da Região Metropolitana de Natal, localizado no distrito de Massaranduba – zona rural de Ceará-Mirim, no final do mês de maio último, uma comitiva composta de nove vereadores, realizou uma visita técnica ao local para cobrar da empresa um posicionamento em relação às denúncias feitas pela população.

Moradores de grande parte de Ceará-Mirim, criticam o tratamento do lixo e, segundo eles, o mau cheiro é insuportável.

Por conta dessa situação, moradores protestam e pedem ao Poder Legislativo Municipal que cobre da BRASECO – empresa que administra o aterro – uma solução para tal situação.

A questão, há tempo já vem sendo debatida na Casa.

E durante sessão ordinária desta terça-feira 19/06, foi aprovado requerimento, de autoria coletiva de todos os vereadores, para que seja encaminhado ofício ao diretor-presidente da BRASECO, Henrique Muniz Dantas, solicitando que a empresa envie para a Casa Legislativa as seguintes informações:

- Projeto do Aterro Sanitário de Ceará-Mirim

- Memorial descritivo do projeto arquitetônico

- Anotação de responsabilidade técnica de obras e serviços – ART

- Estudos e relatório de Impacto Ambiental

- Projeto de captação e distribuição do gás gerado a partir da decomposição da matéria orgânica do aterro sanitário

Participaram da visita técnica ao aterro sanitário no final de maio passado, os seguintes parlamentares:

Ronaldo Venâncio-PV (presidente), Carlos Ramalho-PSD (vice-presidente), Arnaldo Silvestre-PSD, João dos Ônibus-PHS, Marcos Farias-PHS, Jácio Praxedes-DEM, Luciano Morais-PR, Randinho-PODEMOS e Manoel Vieira (Nequinho) dos Santos-PPS, além do ambientalista Heriberto Moreira.

O aterro sanitário foi implantado durante a gestão da então prefeita Edinólia Melo, e de lá para cá, a população não tem suportado o mau cheiro que invade ruas, casas, e que muitas vezes até, obriga muita gente a usar máscaras.


Jorge Moreira
Câmara Municipal de Ceará-Mirim
Assessoria de Comunicação Social

Nenhum comentário: