sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Câmara de Ceará-Mirim aprova Projeto que institui a Semana da Cultura Evangélica


CEARÁ-MIRIM
CULTURA EVANGÉLICA
CÂMARA MUNICIPAL DE CEARÁ-MIRIM APROVA EM PRIMEIRA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO PROJETO DO VEREADOR IRMÃO CARLOS-SD QUE INSTITUI A SEMANA DA CULTURA EVANGÉLICA

Os evangélicos no Brasil são diversificados e se caracterizam pela pluralidade.

O protestantismo é o segundo maior segmento religioso do Brasil, representado principalmente pelas igrejas evangélicas, com cerca de 61,07 milhões de fiéis, o que representa 29,63% da população brasileira.

O segmento religioso cristão protestante apresentou um forte crescimento no país nos últimos anos, aumentando seu número de seguidores em 61% no período compreendido entre 2000 e 2016.

E esse crescimento atingiu destaque no âmbito da política cultural, não sendo despercebido o interesse de valorizar as práticas, costumes e música.

Para incentivar e melhor divulgar a prática cristã na sociedade cearamirinense e a contribuição da Igreja para o progresso pessoal, familiar e comunitário, a Câmara Municipal de Ceará-Mirim, durante sessão ordinária na tarde desta quinta-feira 29/11, aprovou em primeira discussão e votação o Projeto de Lei nº 64/2018, de autoria do vereador Irmão Carlos-SD, que institui a Semana da Cultura Evangélica como patrimônio imaterial do município.

De acordo com dados apresentados na justificativa ao Projeto de Lei, um dos objetivos é divulgar a cultura evangélica mediante a realização de diversas atividades num evento de congraçamento de todas as igrejas evangélicas, independente da ordem denominacional.

De acordo com a matéria, a Semana da Cultura Evangélica acontecerá anualmente no período compreendido entre 07 e 13 de novembro, tendo sua culminância no dia 14/11 quando se comemora o Dia do Evangélico, instituído pela Lei Municipal nº 1.560/2010 de autoria do então vereador Élcio Vieira Clemente, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada em outubro de 2010 pelo prefeito à época, Antônio Marcos de Abreu Peixoto.

Ainda de acordo com o Projeto do Vereador Irmão Carlos, durante o evento cultural evangélico deverão ser realizadas atividades de integração entre as instituições religiosas interessadas, bem como a comunidade em geral com a finalidade de potencializar e homenagear o culto evangélico local.

Exposições, simpósios, palestras, seminários, cruzadas evangélicas, entre outros, deverão constar das atividades promovidas pela comunidade evangélica.

“Os evangélicos representam uma considerável e importante parcela da nossa sociedade, e diante disso, considero muito justa a criação da Semana da Cultura Evangélica”, justifica o vereador Irmão Carlos.


Jorge Moreira
Câmara Municipal de Ceará-Mirim
Assessoria de Comunicação Social

Um comentário:

Unknown disse...

Ta bom de tapa è os buracos e colocar segurança nos interiores acho muito melhor.